Criar um blog – passo a passo completo

Criar um blog – passo a passo completo

Criar um blog, por si só, não é muito complicado, mas você precisa dominar muitas coisas para ter sucesso com seu blog.

De fato, existem várias etapas a serem conhecidas antes de começar e várias etapas a serem seguidas após a introdução.

Quer saber como criar um blog? Então continue lendo esse artigo sobre o assunto!

Passo a passo para criar um blog

Etapa 1: encontre um tópico para o seu blog

Antes de tudo, você deve listar suas paixões, bem como suas habilidades em uma planilha ou arquivo Excel. De fato, escrever artigos sobre sua paixão ou suas habilidades será mais fácil a longo prazo, porque o blog é uma maratona e levará meses e meses para desenvolvê-lo.

O principal é focar em um nicho e não falar sobre tudo ao mesmo tempo. Caso contrário, será difícil encontrar as palavras-chaves corretas.

Além disso, ao abordar todos os assuntos, você não se tornará um especialista em nenhum assunto com seus leitores e clientes.

O assunto do seu blog deve ser atemporal, imagine que você adora futebol. Se você quiser falar sobre a Copa do Mundo de 2022, seu conteúdo será rapidamente “perecível”, depois disso, será difícil continuar blogando sobre o assunto.

Aqui está uma ferramenta para verificar se um assunto está perdendo impulso ou se é cada vez mais procurado: Google Trends.

Seu assunto deve responder a uma necessidade ou um problema de seus futuros visitantes.

Depois de listar os diferentes tópicos sobre os quais você gostaria de escrever no blog, você terá que decidir entre eles analisando a concorrência, o volume de pesquisas sobre o nicho e a maneira como você tornará seu blog lucrativo.

Depois de saber mais sobre todos esses pontos, será mais fácil escolher o tópico do seu blog.

Etapa 2: escolha a plataforma para o seu blog

Existem muitas plataformas que permitem criar um blog online, mas, na minha opinião, apenas uma se destaca, o CMS: WordPress.

Na minha opinião, a plataforma a ser escolhida para o seu blog não é outra senão o WordPress, é a plataforma número 1, a mais usada no mundo.

Mas por que escolher esta plataforma? Primeiro, o WordPress é usado por 20 a 30% dos sites do mundo! Ótimo desempenho! É uma garantia de qualidade e seriedade.

Além disso, o WordPress é fácil de usar, mesmo para iniciantes em blogs. A última vantagem do WordPress diz respeito dos vários temas gratuitos que você pode usar.

Você pode muito bem executar seu site com plugins (recursos que você adiciona ao seu site gratuitamente). O WordPress é, portanto, ideal para ter um blog profissional e começar barato.

Você tem 2 possibilidades para configurar seu blog com WordPress:

  • Hospedagem no WordPress.com: esse método é muito limitado em termos de funcionalidade.
  • WordPress hospedado no seu servidor: este é o método mais flexível, a renderização do site é muito mais profissional, o site em si é mais flexível, por isso recomendo que você hospede o WordPress em seu site dessa maneira.

Etapa 3: escolha um nome de domínio

Para escolher seu nome de domínio, você tem 2 possibilidades: um DCE (domínio de correspondência exata) ou uma marca.

Possibilidade 1: o que é um DCE? É quando você coloca no nome de domínio a palavra-chave que você está alvejando, imagine que você tem um blog sobre jardinagem, que você chamará, por exemplo, comofazerjardinagem.com. Essa técnica é frequentemente usada para referência natural.

Possibilidade 2: será mais provável que uma marca seja destinada aos leitores para trazer efeito ao blog e que possamos lembrar rapidamente do site. Aqui está um exemplo de um blog que preferia criar uma marca em seu site: meujardim.com

Então você vai me dizer o que escolher? Costumo dizer que depende de seus objetivos! Se você deseja desenvolver uma marca em torno do seu blog, escolha um nome divertido!

Ao contrário, se você deseja posicionar seus artigos no Google, o DCE pode ajudá-lo um pouco. Tenha cuidado, não deve ser só isso, há muitas outras coisas a fazer para se posicionar.

Dependendo do tema, é mais fácil optar por uma marca do que um DCE; se você tem um blog de moda, por exemplo, seria interessante criar uma marca. Por outro lado, se você quiser falar sobre suas habilidades, um DCE pode ser interessante.

Etapa 4: escolha sua hospedagem na web

A hospedagem é fundamental para que seu site fique na nuvem. Existem diversos sites que vendem. Por se tratar de um assunto mais técnico, não irei me alongar muito sobre esse assunto.

Etapa 5: faça uma maquete do seu site

Antes de escolher seu modelo, você deve fazer uma maquete. Essa maquete o ajudará a escolher o tema certo de acordo com seus requisitos em termos de design e funcionalidade.

Para fazer a maquete do seu site, recomendo está excelente ferramenta, que está disponível na versão gratuita e permite que você faça o que precisa: Mockflow.

Além do modelo de site, você deve listar todos os recursos que deseja encontrar em seu site.

Você pode fazer isso em uma folha também.

Etapa 6: escolha o modelo

Agora que você simulou o site e conhece os recursos que deseja colocar ao criar um blog, precisa escolher um tema para WordPress.

Existem 2 possibilidades: você pode optar por um modelo gratuito ou comprar um modelo em mercados temáticos ou no próprio WordPress.

Os temas gratuitos não são ruins com a diferença de serem usados ​​por milhões de pessoas, difíceis de diferenciar, principalmente em termos de design.

É por isso que, na minha opinião, você precisa optar por um modelo pago. Os modelos pagos não são excessivamente caros, geralmente em torno de cinquenta dólares.

Acho que investir em um tema pago que será mais profissional é uma coisa boa, especialmente porque pode ser reutilizado para outros sites se você precisar criar vários.

Etapa 7: Configuração básica do WordPress

Agora que você escolheu o tópico do blog, o nome do domínio, a hospedagem, o WordPress instalado e um tema, você precisa configurar o WordPress.

  • Modificação de links permanentes

A primeira coisa a fazer na minha opinião é alterar os URLs dos seus artigos. Para fazer isso, clique em “configurações” no menu esquerdo e em “links permanentes”, depois clique em “nome do artigo” e salve as modificações.

Isso evita que você tenha URLs do tipo nomedoblog.com/categoria/artigosemnome ou nomedoblo.com/2018/05

  • Personalize o blog

Você pode personalizar seu site clicando no menu esquerdo em “aparência”> “personalizar uma interface”. Isso permitirá que você modifique o nome do site, o slogan, o menu e também é possível determinar qual página será usada para a página inicial e qual será a página do blog.

  • Adicionar widgets

Ainda na aparência, você clica em “widget”, e pode adicionar widgets que aparecerão à esquerda do seu tema ou à direita, dependendo da configuração do seu tema.

  • Os plug-ins essenciais para instalar no seu blog WordPress

Existe uma infinidade de plug-ins no WordPress, é muito complicado escolher quais plugins instalar no seu blog. Por isso, eu preparei uma pequena lista de plug-ins essenciais na minha opinião para o seu blog WordPress:

  • Formulário de contato: permite criar e integrar facilmente um formulário de contato em uma página.
  • Yoast SEO: um dos melhores plug-ins de SEO (SEO natural no WordPress).
  • Índice Plus: este plug-in permite que você coloque um resumo no início de um artigo, ideal para ajudar o leitor a encontrar o que está procurando.
  • Inserção de anúncio: permite adicionar rapidamente qualquer código em qualquer lugar do site, ideal para adicionar, por exemplo, publicidade do Google AdSense.
  • Aviso sobre cookies: permite adicionar um banner para cookies.
  • Classificação por estrelas: sistema de classificação de artigos.
  • Compartilhamento social: plug-in com o contador de compartilhamento nas redes sociais.
  • Crie uma página Sobre

A página sobre é uma página essencial na minha opinião, porque é aqui que você poderá explicar quem você é, o que pode trazer aos visitantes e, principalmente, por que é uma autoridade no assunto. Escreva esta página e, acima de tudo, publique-a em uma área visível do seu blog.

Para escrever uma página, clique em páginas> adicionar.

  • Edite suas informações de usuário

Em cada artigo é exibido um bloco de autores com o nome do autor e uma pequena apresentação.

Isso permite que os leitores que chegam diretamente a um artigo e saibam com quem estão lidando e humanizem seu blog.

Para modificar as informações do usuário, clique no menu usuários> modificar usuários. Você só precisa preencher as várias informações solicitadas, como sua biografia, sua foto, o URL de seus outros sites e redes sociais.

Etapa 8: escreva seus primeiros artigos

Depois de fazer tudo isso, você pode finalmente escrever seus primeiros artigos. Para criar um artigo, nada mais simples, clique em artigo> adicionar.

Lembre-se de preencher as seguintes informações: a tag do título, a meta descrição, a foto da capa e preencha a categoria do artigo.

Conselho: você deve ser regular nos blogs, 1 artigo por semana é uma boa frequência na minha opinião.

Etapa 9: indexe seu site com o Google

Agora que você criou seu blog, é necessário divulgar ao nosso amigo Google, que nos trará a maior parte do tráfego.

Para indexar seu site, você deve criar uma conta no console de pesquisa e enviar seu mapa do site

Depois de fazer isso, o Google saberá que seu site existe, mas para posicioná-lo, será preciso muito mais que isso.

Etapa 10: promova o seu site

Blogar é inútil se ninguém visitar o seu blog, aqui estão algumas dicas para promover o seu blog.

  • SEO

O SEO é o conjunto de técnicas para melhor referência em motores de busca e, em particular, os mais utilizados: Google.

Para desenvolver o tráfego do seu blog, você deve treinar e dominar imperativamente os conceitos básicos de SEO, sem ele, você nunca verá a curva do seu tráfego decolar.

  • Conteúdo de qualidade

Esta é, na minha opinião, uma das coisas mais essenciais: seu conteúdo deve ser de qualidade para que seja compartilhado, seja nas redes sociais ou através de um boletim informativo.

Para ajudar a compartilhar seus artigos, exiba botões de compartilhamento em seus artigos.

  • Blogando como convidado

Blogando como convidado é o ato de publicar um artigo no site de outro blogueiros. De fato, é uma ótima maneira de divulgar seu site.

Antes de criar o artigo que você irá publicar em outro blog, você deve entrar em contato com o influenciador / blogueiro, nas redes sociais ou nos comentários de seus artigos. Depois que o relacionamento for estabelecido, você poderá solicitar a publicação de um artigo de convidado.

  • Comente nos blogs do seu tópico

Ao comentar em blogs com o mesmo tema que você, você se torna conhecido na blogosfera. Assim, será mais fácil iniciar parcerias com outros blogueiros e, além disso, você mostra sua experiência aos leitores em potencial.

  • Mídia social

Você pode compartilhar seus artigos nas redes sociais e, em seguida, entrar em contato com influenciadores em seu campo para pedir a opinião deles sobre o seu conteúdo e por que não compartilhar com o público? Daí a importância de ter conteúdo exclusivo de qualidade.

  • Boletim informativo

Você pode, através do seu site, capturar o endereço de e-mail dos visitantes em troca de um presente (um e-book gratuito, por exemplo).

Depois de ter o endereço do visitante, você poderá compartilhar seus artigos mais recentes com esse público. No entanto, tome cuidado para não usar demais o e-mail, caso contrário, o assinante cancelará a inscrição.

  • Computação gráfica / vídeos

Vídeos e infográficos são mídias muito compartilhadas. Se você falar sobre um assunto que interessa às pessoas, há uma boa chance de seu infográfico ou seu vídeo se tornar viral e ser compartilhado com o maior número possível de pessoas.

Etapa 11: monetize seu blog

Agora que você tem tráfego, é hora de gerar receita com seu público-alvo e ser recompensado por todos os seus esforços. Para ganhar dinheiro ao criar um blog, existem quatro pilares: do menos lucrativo ao mais rentável:

  • Monetize um blog com publicidade
  • Monetize um blog com links e artigos patrocinados
  • Monetize um blog com afiliação
  • Monetize um blog com a venda de seus produtos ou serviços